12 de maio de 2010

O homem é o lobo do próprio homem.

Diria Galvão Bueno: "Começa hoje a Copa do Mundo"


Essa mesma frase ele sempre usa no 1º e último jogos das eliminatórias, no sorteio dos grupos da copa, na divulgação da lista dos convocados e por fim no jogo de abertura da copa. Sujeitinho chato esse Galvão, não somos idiotas, sabemos que cada um desses eventos tem sua relevância não precisa ficar enfeitando o pavão.


Pois bem, dito isso entremos no assunto do dia, a tal lista. Quem me conhece sabe que não morro de amores por Dunga, mas devo admitir que sob seu comando o selecionado Canarinho tem um belíssimo aproveitamento, mesmo sem dar espetáculo. Dos jogadores relacionados para a disputa da copa - assim como todo torcedor brasileiro - torço o nariz para alguns nomes, não gosto de Doni, Felipe Melo, Julio Baptista e Kleberson. Contudo essa insatisfação pré-copa já é tradição aqui no Brasil, não houve um técnico sequer que tenha passado incólume por esse sentimento coletivo.


Dunga é calejado, vivido, experiente em matéria de grupo e copa do mundo, esteve em 3 copas do mundo (90,94 e 98) presenciou muita coisa nessas experiências. Se tem uma coisa que ele aprendeu direitinho foi a entender que mais do que um bom time é preciso ter um grupo coeso, que se respeite, se goste e que esteja fechado com o comandante e seu objetivo. Ele mesmo disse isso na coletiva de ontem (11/05), quando questionado sobre a presença de Doni, foi taxativo:

"Como posso deixar de fora um cara que brigou com seu clube (Roma) para jogar comigo pela seleção?"

Ou seja, a convocação de Doni é muito mais por afinidade, compromisso, confiança do que por bola. Doni mostrou que estava com ele independente das sanções que sofreria em seu clube e isso selou seu passaporte para a África do Sul.


A seleção de hoje foi formatada nos moldes do time campeão do mundo de 1994, muitos cabeças de área, um craque no meio (na época Raí) e um ataque eficiente, o problema é que em 94 o cérebro do time não funcionou, Raí estava fora de sintonia e, para sorte de Parreira, a dupla de ataque Romário e Bebeto fazia chover. Mas e na atual situação, se Kaká não for na copa o craque que é, será que Robinho e Luis Fabiano darão conta do recado? Dunga aposta que sim, por isso deixou de fora R. Gaúcho e Ganso - devo registrar aqui que concordo com essa decisão - ele ainda há de queimar a lingua de muita gente.




E Adriano, hein? Nunca vi nenhum jogador jogar no lixo uma oportunidade como essa?

Um dos últimos remanescentes da Seleção do Iê-Iê-Iê de 2006, não seu deu conta de que sua batata assava em fogo brando no caldeirão comandado por Dunga e Jorginho. Caldeirão esse que a dupla já havia cozido R. Gaúcho.
 Roberto Carlos e Ronaldo nem precisaram passar pela cozinha, foram esquecidos sem cerimônias e ninguém sentiu falta deles, bom para Dunga que não precisou ficar dando maiores explicações.




Mas uma coisa me chama a atenção no caso do Imperador, será possível que em apenas 27minutos Grafite tenha colaborado mais do que Adriano em três anos e meio? Vinte e sete minutos foi o tempo total que Grafite jogou no amistoso contra a Irlanda em Março desse ano, mais do que isso, Grafite não havia sido sequer lembrado nos últimos 42 meses e aí de repente vira substituto imediato de Adriano. Não tiro a razão de Dunga ao cortar Adriano, o Imperador fez por onde. Mas se puxarmos pela memória antes de Grafite vieram Afonso Alves então goleador do campeonato holandês, Hulk do Porto, Rafael Sóbis ex-Inter... O que me faz pensar que ele nunca quis levar Adriano para a copa, contudo, ele precisava de um nome. Todos os outros atacantes com as características de Adriano não justificariam substituí-lo, mas a boa atuação de Grafite nos 27minutos que jogou contra a Irlanda associada à má fase de Adriano no Fla era tudo o que Dunga precisava.



Dunga deu a Ricardo Teixeira o que havia sido encomendado, excomungou os "bad boys" (Ronaldo, Roberto Carlos, R. Gaúcho e Adriano), montou uma seleção renovada e competitiva.
Alguém tem dúvidas que esse time vai dar samba?


PS. Neymar e Ganso, vocês ainda tem muito pela frente, nos vemos em 2014. Dunga mais uma vez tem razão.

13 comentários:

  1. É, pois é! Dunga realmente não surpreendeu... Escalou uma seleção pé de boi, dentro do que se esperava dele. Coerente - é a palavra da hora, né! - com o futebol que ele jogou.
    Dunga assumiu a seleção num momento em que a farra das estrelas precisava ser interrompida, o oba-oba tinha que acabar. Esse é o Dunga. Sempre foi. E foi para isso que ele foi chamado.
    Como vc bem colocou, dificilmente o Adriano teria chance, mesmo se estivesse jogando alguma coisa.
    E, diante de tantos olhares passionais, cai bem, de vez em quando, ler uma opinião mais imparcial da "lista".
    Agora é esperar e torcer.
    SRN

    ResponderExcluir
  2. futebol é momento, e não podemos nos esquecer disso.
    kaká não vem jogando bem há tempos. alguém aposta nele como destaque da seleção? bem...
    e se kaká não for bem, quem irá substituí-lo, júlio baptista? você confiaria a armação de uma seleção canarinho a júlio baptista? ih...

    realmente a atual seleção é muito parecida com a de 94, excetuando-se o fato de não contarmos com bebeto e romário.
    bem, 94 sem bebeto e romário? sei não... não passaríamos das quartas de final contra a holanda.

    vejo nossa seleção com uma grande defesa, um ataque razoável e um meio de campo sofrível.

    vamos ver no que dá. boa sorte, dunga!

    ResponderExcluir
  3. Vivemos num país onde o povo respira futebol. Aproximando-se do inicio da copa, mesmo os que não gostam do esporte, precisam sobreviver nas nas rodas de prosa.

    Vivemos na cultura dos herois e vilões, do final feliz e do final triste e da síndrome do jardim do meu vizinho é mais bonito.

    Há algum tempo Dunga assumiu o papel do vilão, junto com a politica, as chuvas e o Diabo.

    Quanto a politica, clima, e religião não sou embasado o bastante para comentar, e prefiro assumir minha vocação cultural.

    Mas vivo, respiro e estudo futebol (Que merda !) e digo com todas as vogais e consoantes: QUE SACO ESSA POLÊMICA EM TORNO DA CONVOCAÇÃO ! QUANDO SERÁ QUE IRÃO ENTENDER QUE ELE GANHOU TUDO QUE DISPUTOU COM ESSE TIME E NÃO IRÁ MUDAR NO PRINCIPAL DESAFIO ! DEIXEM O DUNGA EM PAZ !

    ResponderExcluir
  4. amigo gabriel, se você acha que a convocação do brasil foi a ideal, estou contigo.
    o que se questiona são os critérios para a montagem desse time.
    ficaram de lado os três pilares de um bom desportista:

    ATUAL FASE,
    QUALIDADE TÉCNICA e
    ASPECTO FÍSICO.

    estes não foram os parâmetros utilizados. o que se leva em conta atualmente para montar uma seleção brasileira é

    comprometimento,
    lealdade e
    gratidão

    como diria Caetano Veloso, "alguma coisa está fora da ordem"

    ResponderExcluir
  5. Seus questionamentos são factíveis, não resta a menor dúvida. Temos um grupo de jogadores menos técnico.
    Porém, não menos brilhante, vamos exercitar nossa memória recente. Foram inumeros jogos na era Dunga, com este mesmo grupo, jogando o tão reclamado futebol com cara de Brasil.

    BRASIL 2 X 0 ITÁLIA
    BRASIL 3 X 0 ARGENTINA
    BRASIL 2 X 0 IRLANDA
    BRASIL 4 X 0 CHILE
    ARGENTINA 1 X 3 BRASIL

    São alguns exemplos de que nós precisamos exercitar mais um pouco nossa mente.

    Robinho, Kaká, Julio César, Maicon, D. Alves são jogadores que fazem a diferença em seus clubes e na seleção. Temos um time e não um bando de craques mimados como na Alemanha em 2006.

    Sinceramente, estou curioso para ver esta seleção atípica, desafiadora e contestada jogar a Copa do Mundo da Africa.

    ResponderExcluir
  6. Você tem sede de quê?
    Você tem fome de quê?
    Bem, eu quero comida, diversão e arte.

    Vencer é bom, meus amigos, mas dependendo de como, é quase nada.

    ResponderExcluir
  7. Meu amigo, Valdez.
    Adorei a forma como abordou a comvocação, mas ela acabou meio turva diante de uma discussão tão calorosa.
    Para esta eu digo:
    "Dunga ganhou as copas América e das Confederações, foi o primeiro lugar nas eliminatórias. Ele está deixando para errar tudo na Copa." (Desculpe mas não resisti - coisas do Twitter)

    ResponderExcluir
  8. Valdez corrigindo.
    Meu amigo, Valdez.
    Adorei a forma como abordou a convocação, mas ela acabou meio turva diante de uma discussão tão calorosa.
    Para esta eu digo:
    "Dunga ganhou as copas América e das Confederações, foi o primeiro lugar nas eliminatórias. Ele está deixando para errar tudo na Copa." (Desculpe mas não resisti - coisas do Twitter)

    ResponderExcluir
  9. Rafael Maia (sobrevivendo nas nas rodas de prosa).23 de maio de 2010 20:47

    Agora é sério.
    O Adriano fez por merecer, mas ele estava "com certeza" na lista.
    O Jorginho esteve na Gávea por 03 vezes para saber do imperador, mas ele estava sem amor; e pra piorar fugiu da raia pedindo para não jogar.
    Mas mesmo assim substituir seu talento pro um 'lápis' com ponta por fazer.
    R.Gaúcho - seria a última copa do cara e por mais que não seja na 'seleta' como é nos clubes poderia fazer a diferença.
    Como todo brasileiro, acho que poderia ser melhor. Agora é só esperar pois, como disse anteriormente:
    "Dunga ganhou as copas América e das Confederações, foi o primeiro lugar nas eliminatórias. Ele está deixando para errar tudo na Copa."

    ResponderExcluir
  10. É claro que Dunga será pego para Cristo se não ganhar a copa, toda copa perdida tem um Cristo.
    Em 82 Telê por não colocar Dinamite pra jogar em 86 Zico, por perder o penalti em 90 Alemão, por não fazer a falta no Maradona, 98 o "Ataque epilético" de Ronaldo em 2006 As meias de Roberto Carlos. Mas se por uma ironia do destino O Brasil,il,il,il conquista o hexa, ninguem lembrará que o Dunga "errou na convocação" lembram de Romario em 2002? Não? Pois é!
    Todo mundo estava contra o Felipão ele deveria ter dado uma chance ao baixinho...

    ResponderExcluir
  11. Vendo todos esses comentários chego a conclusão que a maioria está com Dunga, a insatisfação na realidade parte mesmo é da imprensa que teima em contrariá-lo. Isso acontece também com relação a essa tal rivalidade de Brasil x Argentina, esse negócio de odiar argentinos não passa de uma campanha suja com intenção de criar um clima bélico que na verdade não existe. Conheço pouco argentinos, mas os que conheço negam com veemência essa história de rivalidade acirrada que as imprensas de Brasil e Argentina promovem.

    ResponderExcluir
  12. Com certeza, não!
    Tive o prazer de ir à Argentina e constatar: além de adorarem os brasileiros, eles nos admiram.
    Essa rivalidade é apenas dentro do futebol. Eu detesto o Vasco, mas não detesto os vascaínos.

    ResponderExcluir
  13. Bom pessoal, concordo em partes com todos os comentários acima e deixarei a minha opinião. Alguns acham que o Dunga devería levar o Neymar e o Ganso, outros acham que o R.Gaúcho, uns dizem que futebol é momento, outros dizem que o Dunga acertou pela coerência. Vamos por partes. Aos que defendem o Gaúcho, me lembrem de uma partida que ele fez pela SB que fizesse lembrar, ainda que vagamente, o grande craque que ele foi no Barcelona? Alguns dirão o jogo com a Inglaterra em 2002, difícil será me convencer que foi de propósito aquele gol de falta, outros lembrarão de algum amistoso do início da carreira quando ele só era uma promessa. Mas justiça seja feita, ele nunca superou as expectativas que ele criou aos que acompanhavam sua carreira na Espanha. Obs: Mesmo no auge ele não repetia as atuações pela SB. Agora vejamos o Ganso, esse eu apoio, é um grande talento e tem um futuro promissor pela frente, exceto pela falta de orientação. Dia desses em entrevista, Dunga explicou a não convocação desse atleta alegando que ele foi reserva na Copa Sub-20, errou, ele era titular. Porém assisti todos os jogos da competição, e para mim, esse rapaz é um projeto de R.Gaúcho, típico jogador que sente o peso da camisa, espero que isso se torne um doce engano. Agora justificando a "falta de orientação" citada acima, o menino respondeu essa declaração do Dunga dizendo que o mesmo estava desinformado, com um tom meio irônico, que não cabia a ele, afinal quem é o Paulo Henrique Ganso senão uma promessa? Mas, enfim, eu até levaría para copa pelo momento que vive, e por ser canhoto talvez arrumasse um espaço na seleção. Neymar? Esse não, menino que iría ocupar uma vaga sem ser aproveitado, tal como o Fenômeno em 1994, valería pela experiência, mas não sei se podemos nos dar ao luxo de lapidar esse diamante no momento que vivemos, com tantos questionamentos e com tanta expectativa que está sendo criada, como é feito a cada 4 anos. Sim isso já foi feito, mas não, não sou a favor!!!
    Terminando, concordo que não houve coerência na convocação do Grafite, mas não vejo outro atacante no momento em condições de ocupar o lugar de reserva do Luis Fabiano. Abraços a todos e vou procurar aparecer mais por aqui.

    ResponderExcluir